sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Algumas coisas que eu gosto & andar sozinha (:

Eu gosto de bolinhas de sabão, da lua sorrindo, das luzes da cidade, do céu azul, das nuvens pintadas á mão. Gosto de dias de chuva, gosto do vento, gosto do sol fraco, gosto de piscina, gosto de cães, gosto de bebês, gosto de tulipas, gosto de azul e roxo. Gosto do arco- íris, gosto de desenho, gosto das letras, gosto das palavras, gosto do cheiro da terra molhada, gosto do silêncio, gosto de violão, gosto de chocolate, gosto de batata, gosto de paz, gosto de fotos, gosto de golfinhos, gosto de livros, gosto de ornitorrincos, gosto de dentes-de-leão, gosto de jeans, gosto de aventura, gosto de olhos castanhos, gosto de pandas, gosto de esmaltes, gosto de  óculos, gosto de dramas, gosto de lágrimas, gosto de chaveiros, gosto de  boa música, gosto de cinema, gosto de frio, gosto de comprar, gosto de dormir, gosto de falar, gosto de inglês britânico, gosto de meninos de terno, gosto de perfumes, gosto de jogadores de futebol, gosto de adedonha, gosto de sorrisos, gosto de manhã de sábado e tardes de domingo, gosto de sorvete, gosto de açaí, gosto de bonés, gosto de aquários, gosto de romances, gosto de piadas sem graça, gosto dormir cedo, gosto de rádio, gosto da escola, gosto de lápis, gosto de gargalhadas, gosto de relógios, gosto de celular, gosto de voar, gosto de dormir, gosto de assistir propaganda, gosto de lobos, gosto de alargadores, gosto de cérebros, gosto de carros, gosto de chuveiro frio, gosto de escuro, gosto de ficar parada, gosto de andar de elevador, gosto de churrasco,gosto de lasanha, gosto de fones de ouvido, gosto de natal, gosto de acampamento, gosto de poucas pessoas, gosto de pensar, gosto de grama, gosto de conversar, gosto de mecher no cabelo, gosto de maçã, gosto de libélulas, gosto de parques, gosto de longas histórias, gosto de abacaxi, gosto de borboletas, gosto de koalas, gosto de blusas estampadas, gosto de trechos de música, gosto de escrever, gosto de árvore, gosto de guaraná, gosto de bolo de cenoura, .
Gosto principalmente de momentos, momentos que vem e vão e que me fazem gostar de coisas diferentes. Milhares de momentos, milhares de instantes. Cada um passando ao seu tempo, deixando sua marca. Me fazendo crescer, fazendo evoluir, fazendo me descobrir... Descobrir quem sou ou quem posso ser, mas até finalmente descobri isso, vai passar muito tempo... Mais do que um milhão desses tão pequenos momentos.
Ana Paula Antunes

Heeeey beans !

Vocês viram o VMB? viram o meu 3OH!3? *------* Eles estavam tão lindos, Risos. Foi a melhor parte da premiação inteeeira, fato. Voltemos pra mim agora ! HAHA'
Eu quase fui atropelada hoje, TRÊS VEZES ! Gargalhadas
É sério, eu quase morri hoje. Na verdade eu quase morro ou quase dou atropelada todos os dias, tudo isso pelo simples fato de que eu sou uma negação andando sozinha.
Eu nunca consigo andar normalmente como todo mundo. Por mais que eu me controle eu não consigo guardar meus pensamentos só pra mim - eu acabo falando sozinha, smp - , eu esbarro nas pessoas, as pessoas esbarram em mim, eu tropeço no meio da calçada, eu fico cantarolando, eu sorrio pra pessoas que eu não faço ideia de quem sejam, eu atravesso a rua na hora errada, eu saio correndo quando to atrazada, eu atraio seres humanos estranhos e é de lei pagar mico!
E pra piorar a minha situação o caminho mais comum que eu faço é a Glória (pólo de modas de Vila Velha). Todo mundo sabe que se você consegue passar pelo centro da Glória sem nenhum arranhão você é um vencedor ou você é uma pobre alma que teve sorte naquele dia.
Eu geralmente sou a segunda opção; quando saio viva. É sério, é impossível andar por ali. Sempre tem aquelas mulheres conversando em frente a vitrine, paradas como se estivessem no shopping, tem aqueles vendedores ambulantes, tem aquelas pessoas chatas que ficam te entregando panfletos e mesmo que você fale que não quer ou que não vota eles nunca desistem. Tem também aqueles vendedores irritantes que ficam na porta das lojas com um microfone anunciando as promoções das lojas e quando não estão falando colocam pra tocar pagode ou aquelas músicas muito bregas. E quase sempre existe também aquelas obras horríveis que me fazem passar quase no meio da rua pra ser atropelada.
Ah, não vamos esquecer do fato que tem sempre uma escada encostada de modo estratégico para que eu passe em baixo e tenha mais azar do que eu já tenho.
Outra coisa, eu nunca sei caminhos alternativos. Óbvio que eu sei o caminho do lugar pra onde eu vou, mas se eu pegar qualquer atalho eu vou me perder. Detalhe eu só gravo o caminho de algum lugar se ele for extremamente importante ou extremamente fácil.
 Esses dias eu me perdi e tive que pedir informação pra chegar em ótica. Depois que eu pedi informação eu gravei o caminho pra chegar na ótica, mas o problema foi que eu gravei o caminho mais longo pra chegar até lá, então quando eu voltei com as minhas amigas  elas ficaram por um triz de me matar, por que eu fiz elas andarem 3 vezes mais do que o necessário pra pegar o óculos.
Mas o que eu posso fazer? Eu só sabia aquele caminho. E acho que até hoje só sei ele ainda.
Aí as pessoas me perguntam : Nossa Ana Paula, se você é tão idiota assim porque vai andando?
Primeiro porque eu não tenho idade pra dirigir nem pilotar.
Segundo porque eu não sei andar de bicicleta.
Terceiro porque eu odeio, com todas as minhas forças, andar de ônibus.
Aí concluem : Você devia ficar em casa.
É verdade eu devia ficar em casa. Ficar a minha vida inteira na frente do computador sem mais nada interessante, engordar milhões de kilos, esperar meu cérebro atrofiar... É eu devia mesmo ficar em casa.
Eu sei que é tipo impossível pra mim andar, mas é uma coisa da qual eu não posso parar de fazer. Infelizmente.

Então dears é isso... Eu demorei pra postar pq to meio sem tempo pra escrever, to tendo que fazer umas provas e tenho que estudar pra caramba ;/
Mas enfim, vo fazer o possível pra postar com mais frequência !
kisses :*






sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Propagandas (:

Hiii beaaans *-*
To tão feliiiiiiz... Não faço ideia do por que, boasrisadas.
Então hoje eu vou fazer uma coisa que eu tava querendo a um tempão. Fazer um post sobre propaganda.
Eu sou bastante fã de propagandas bem feitas e inteligentes. Não existe nada melhor no mundo do que aquelas propagandas que fazem você se sentir bem ao ver o produto, vê-lo com outros olhos, e não simplesmente ser obrigado a comprá-lo.
Eu vou juntar algumas, das minhas preferidas, e vou colocar aqui :

A primeira, a que eu mais gosto, é a do supermercado ( ou rede ) Pão de Açúcar. Aqui no ES não tem o pão de açúcar, mas smp que eu vou pra Sampa e entro no supermercado me lembro do comercial e começo a rir meio que sozinha. ;]
video

O segundo é super romântica e smp me faz pensar que quando eu comer o bombom o Taylor Lautner vai me pedir em casamento. Risadasestravagantes Ta, brincadeira. Mas é, muito bonita mesmo.
video

Bom, quem nunca parou pra assistir um comercial da Coca Cola? Ah, por favor. Todo mundo já parou alguma vez, eu sempre paro. Primeiro por que são sempre bem feitos, super criativos e muito inteligentes e segundo por que são lindos, fofos e de mensagens de rápida compreensão e sútil. Particulamente eu gosto de quase todos, mas esse aqui é um dos mais lindos.
video

Outras propagandas que eu sempre paro pra assistir são as do canal Futura. Elas são extremamente inteligentes fazendo muito sentido. Essa aí em baixo foi a primeira que eu assisti.

video

Essa próxima é simplesmente maravilhosa, uma das propagandas que mais me contagiaram com o espírito do natal. E só pra vocês terem noção do tanto que eu gosto. Essa propaganda é do natal de 2009 e até hoje eu fico cantarolando essa musiquinha quando não to com nada na mente.

video
Agora é uma das propagandas mais lindas e que tem exatamente tudo a ver com o meu blog. Risinhos

video

Continuando nessa linha de propagandas de operadoras de celular, a vivo tem uma que eu achei sensacional. Não só pela criatividade, mas com o modo com que eles conseguem passar uma mensagem super positiva do produto sem ser massante.

 video

A última das que eu selecionei é tão boa que nem parece propaganda de cerveja. E é exatamente isso que a torna tão boa. Fazer com que a bebida pareça algo ótimo, o que na realidade não é.


video

É óbviu que existem milhões de outras campanhas que eu amo, algumas até que eu ainda nem devo ter visto ainda. 
Desde criança que eu sou fã de comerciais inteligentes e publicidade&propaganda é um curso que eu não me importaria de fazer caso mudasse de opinião com relação ao jornalismo. Os bons profissionais dessa área merecem todo o meu respeito pois para ter toda essa criatividade precisa ser muito, muito, muito bom no que faz.
O que mais me deixa alegre é que a maioria dessas propagandas que eu listei acima são brasileiras. Fico muito feliz por ver que existem sim brasileiros inteligentes e sensíveis ás necessidades dos consumidores ( no caso).

Bom beans eu espero que tenham gostado do post. Eu gostei bastante. É legal não falar tanto e descontrair as vezes...
kisses beansloves :*

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Romance & Twillight (:

Hello favoritebeans (:
Lá vai mais um dos meus desabafos filóficos dos quais as minhas amigas não tem paciência pra ouvir e eu cansei de ficar falando com as paredes... Risadinhas sútis.
Eu estava tranquilamente na página inicial do meu pobre orkut faz uns 30 ou 40 minutos quando eu vi que uma das minhas amigas de internet havia entrado em mais uma das milhares de comunidades em que ela faz questão de participar.
O nome da comunidade não importa e da amiga também não.
Eu, inocente, fui ver como era. Por que afinal parecia uma daquelas comunidades românticas em que pessoas com talento e que querem divulgar seus escritos fazem... 
Li a descrição. Li alguns tópicos. E preferia milhões de vezes não ter lido nada.
Eu não terminei de ler o que aquela pessoa escreveu, ou o que ela chama de livro, mas eu nem precisaria. Foi horrível... Em quatro ou cinco parágrafos ela conseguiu estragar toda a minha opinião sobre um casal romântico me fazendo acreditar que uma menina que goste de ser chamada de Gostosa e safada que se veste de maneira ridiculamente vulgar é um exemplo de mulher no qual eu deva me espelhar e ser idêntica.
 Que um menino ridiculo, totalmente grosso, que é vulgar e só sabe chingar e fazer insinuações sobre sexo seria o meu príncipe encantado.
Detalhe: Eles eram primos.
Eu não faço nem questão de comentar os erros de português que faziam questão de me gritar no texto, por que isso não muda muita coisa na história. ( Afinal, todos cometemos erros de português. Fato)
O pior não é nem a história sabe? O pior são várias meninas que gostaram do " livro " e falando que era lindo e que queriam ver a continuação ou que aquilo podia virar série de tv.
Isso me lembra a mais ou menos uns 2 meses atrás quando eu fui comprar um livro pra ler nas férias. Eu cheguei na livraria e como sempre faço passei alguns minutos olhando pra capas de romances e de repente eu achei um que tinha uma capa bem intrigante e umas descrições legais. Abri o livro, li uma página qualquer, achei interessante e comprei.
Na mesma noite em que comecei a ler me arrependi, fechei o livro e liguei pra livraria pra saber se poderia haver troca. Uma atendente me informou que sim e poucos dias depois eu me senti muito mais feliz por trocá-lo por uma verdadeiro romance.
Eu troquei aquele livro pelo mesmo fato de eu ter saído da comunidade. O livro era super vulgar, a menina usava termos escrotos, e etc...
O que mais me impressionou é que a autora descrevia a prima da personagem principal como " Um exemplo de bondade inglesa ". Só que essa mesma prima fumava maconha e era tipo uma vadia. Eu posso estar errada sobre ela, por que afinal eu não terminei de ler o livro, mas pelo o que eu li em alguns capítulos era exatamente essa imagem que eu tinha dela.
Eu posso estar completamente errada, ser idiota ou uma sentimental, ou brega, ou até mesmo ultrapassada, mas eu não consigo entender como as pessoas conseguem achar romântico páginas de pura pornografia. Desculpa. Mas eu não consigo, eu não tenho essa capacidade mental. Sorry.
Eu to começando a perceber, mais agora, que as pessoas ( a maioria delas) só pensam em sexo e acham isso romântico, e que se você ama um cara você é obrigada a dormir com ele ou se você gosta de uma garota você tem que pegá-la se não você não é homem suficiente.
Particularmente eu acho tudo isso ridiculo. Não é por que você gosta de um cara que você tem que dormir com ele ou simplesmente ficar com ele. Não é por que você gosta de uma menina que você é obrigado a pegá-la pra provar que você é macho. Eu penso que se você gosta de uma menina de verdade você não vai " pegá-la " você vai conquistá-la, é diferente.
Ninguém mais fica com ninguém por que gosta ou algo assim, ficam por acharem bonito, gostoso...
As pessoas perderam a fé no amor de verdade, e ficaram cada dia mais " modernas ". Eu não acho que sair por aí durmindo com qualquer um seja moderno, mas se for, desculpe. Pra mim sempre foi raro ver amor de verdade na vida real, por isso sempre fui fã de filmes românticos e livros. Mas agora isso é raro em qualquer lugar. Desisti de locar filmes de românticos por que só falam em sexo - passei a locar filmes de drama, por enquanto não encontrei nenhum contaminado -, não posso mais escolher qualquer romance que esteja na prateleira de literatura estrangeira por que eu não sei se é amor em forma de livro ou se é pornografia escrita.
O sexo só por diversão não é romântico, todos deviam entender isso. Ele pode, seilá, fazer com que você se sinta excitado ou coisa assim, mas romântico ele nunca será.
O sexo só será romântico quando for fruto de um amor e ficar subentendido. Ok, muitas vezes ele não precisa ficar subentendido pra ser romântico, mas ele com certeza tem que ser fruto de uma paixão bem forte em que o casal não consegue imaginar sua vida sem a outra pessoa.
Hoje em dia ser inocente é motivo de zoação, o que não é certo. O certo, na minha opinião, seria que ser inocente é motivo de prêmio ou coisa assim.
Os escritores - principalmente os de orkut - deviam tomar mais cuidado com o que escrevem e com a forma que escrevem, pois várias crianças estão, seilá, ficando expostas a isso cada vez mais cedo, o que é muito triste... Bom, eu acho bem triste ver um criança de 10 anos que já não pode ser considerada criança.
Olha, eu sei que muita gente discorda plenamente de mim, mas eu sinto muito se a minha opinião é, seilá, infundada ou irrelevante. Não importa pra mim, pra mim o que importa é que ela existe e que eu vou fazer questão de mostrá-la quando se tornar necessário ou quando eu tenha vontade.

Mudando de assunto...

Minha amiga me mandou esses dias um link do trailer de um filme que vai ser lançado daqui a algum tempo: Vampire sucks ou Os vampiros que se mordam. Vampire sucks, pra quem não sabe, é um filme que faz sátira a Saga Twillight ( Crepúsculo).
Eu, particulamente, adoreeeeeeei o trailer. Ri muito com as imitações, e com as piadas que eles fazem. E não perco de assistir esse filme por nada no mundo quando lançarem. Aí quem me conhece diz: Nossa, mas eu pensei que você fosse fã de Crepúsculo, pensei que gostasse do Jacob e blábláblá...
Olha, eu sou fã de Crepúsculo SIM, eu acho a saga simplesmente fantástica, adorei a maneira como a Stephenie Meyer escreveu os livros - apesar da Bella ficar pervertida em Eclipse, o que torna alguns capítulos insuportáveis -, sou SIM Team Jacob - tenho uma camisa até - e não trocaria o MEU lobo por nenhum outro vampirinho porpurinado.  
Só que não é por que eu sou fã da saga que eu vou deixar de me divertir com essas piadinhas estravagantes que eles fizeram, ou que eu vou fechar meus olhos pros erros e personagens ruins que existem nos livros. Também não vou ficar revoltada, nem sair por aí chorando e tentando defender, mesmo por que eu acho que isso não adiantaria nada, pois cada um tem a sua opinião e se eu ficar chorando e me descabelando por quatro livros de pura fantasia ou três filmes que não fazem jus ás obras em que foram inspiradas ou até mesmo dois atores que não fazem ideia de que eu existo, só vai mostrar o quanto imatura eu sou e não sei separar realidade de ficção, o que é ridiculo.
Agora só tem uma coisa que eu odeio nos anti-crepúsculo que é quando eles falam que o livro foi mal construído ou que a autora é péssima, isso me deixa com raiva pois se ela fosse péssima de verdade a saga não teria sido tão bem recebida pelo público, nem ganhado tantas críticas boas. E tem outra coisa que me  deixa irritada também é que falem mau do Jacob ou falem que ele é, seilá, fraco por não ficar com a Bella. Bom, como toda team Jacob que se preze, eu acho que o Jake é muito forte pra conseguir respeitar a vontade da Bella, por mais que ele não respeite tanto assim, mas ele a ama e ele não quer vê-la mau. E o maior erro da Steph foi não matá-lo. Deixá-lo vivo faz com as pessoas tenham pena dele, por que ele fica tendo que ser meio que babá da Nessie - não pensem que eu não gosto da Nessie, eu gosto bastante dela, muito mesmo - e mesmo tendo imprinting e estando "feliz" ao lado dela, isso não é a melhor forma de felicidade pro melhor personagem do livro. Se o meu lobinho tivesse morrido em batalha, lutando pela idiota da Bella ou pela linda da Nessie seria um fim milhões de vezes mais aceitável, por que ninguém ficaria imaginando como seria ele ter que passar por irmão mais velho, depois melhor amigo até chegar a namorado do amor da vida dele. Além de deixar a Bella com um belo peso na consciência. 
E outro erro da Steph foi a Bella Swan, aquela garota com certeza é um erro, ela é sem graça e paranóica. Ela sempre consegue piorar a situação. Quanto ao Edward, também não gosto muito, eu acho que pra ser romântico não tem que ser gay então...
Bom, não sei se você perceberam com essas últimas palavras, que o fato é que eu só leio os livros por causa do Jacob e só assisto os filmes por causa do Taylor então eu não sei se as fãs normais de crepúsculo vão me considerar fã além de team Jacob, mas eu me considero uma ótima admiradora dessa saga.

Por hoje é isso beans, espero não ter chateado muito vocês ou ter enchido suas cabeças de bobeiras.
Até o próximo post, kisses :*

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Eu e o resto da humanidade (:

Hello beans (:
Desculpa o tempo sem posts. É pq, como eu falei, eu to estudando pra passar no Ifes, tava em semana de prova e to lendo um livro novo " A menina que roubava livros ".  Tenho gasto todo meu tempo livre na história da Liesel, e com certeza não foi um desperdício. Ainda to bem no comecinho, - apesar de já ter lido o final. Sim, eu leio o final antes de terminar. - mas já vi que o livro é ótimo. O romance é vivido em plena 2° Guerra, que pra mim é a meeeeelhor parte de toda história do mundo! Adoro ver aqueles filmes dramáticos, ler diários de pessoas que sobreviveram, ou não, a guerra. Podem me chamar de louca ou de nazista,- duas coisas que eu DEFINITIVAMENTE não sou - mas eu acho que Hitler foi um gênio. Todos são obrigados a concordar com isso, ele era incrívelmente inteligente. Ele conseguiu, se não o mundo, no mínimo que um país inteiro tomasse partido de um preconceito e uma luta que eram só dele. Hitler era inteligente e isso é fato, mas outra coisa que é fato também é que ele não usou toda a sua inteligência pro bem. Ele soube usá-la, mas não a usou em uma causa boa muito pelo contrário ele a usou em uma causa terrível que fez com que milhões de pessoas inocentes fossem mortas. Agora imagina se uma pessoa boa tivesse toda a inteligência que Hitler tinha? Se essa pessoa usasse toda essa inteligência em pról de uma causa nobre? Acho que eu não preciso falar mais nada, a imaginação de vocês terminou minha frase.
Bom, eu nem sei porque eu to aqui pedindo desculpas por demorar a postar. Risos. Ninguém vem aqui mesmo...
Ah ! Uma última coisa sobre " a menina que roubava livros". A narradora do livro - a morte - tem umas frases ótimas, muito boas mesmo. Eu vou juntar todas, pegar as páginas em que estão escritas e depois colocá-las aqui. Mesmo quem não leu o livro vai gostar, aposto !
Na verdade o motivo desse post é mesmo sobre uma das melhores - se não a melhor - frases da morte. Ta escrita na última página do livro e são as últimas palavras. Também é a frase mais famosa do livro pelo que eu andei pesquisando , então se você não achar... Sinto muito, mas você não é tão inteligente quanto seus pais dizem. Risos discretos.
 A frase é a seguinte:


" Os seres humanos me assombram."

Bom, eu não sei vocês leitores imaginários, mas eu me identifiquei bastante com essa frase. Por que afinal eu tenho a mesma opinião. Desculpa. Mas a minha espécie me assusta de verdade.
Não foi agora, ou quando eu peguei o livro que eu parei pra pensar nisso. Eu já venho pensando nisso a um bom tempo.
Não. Eu não sou melhor do que nenhum ser humano. Não me excluo da possibilidade de ter qualquer característica deplorávelmente humana que será citada. Mas eu faço o meu máximo para não ter essas características e sinto muito se te ofendo ao conseguir. Eu tento SIM, ser uma pessoa melhor, que não olha só para o próprio umbigo e só se importa com os outros quando a única beneficiada de verdade seria eu mesma.
Enfim, não importa. Se alguém parar pra ler vai tirar suas próprias conclusões não se importando com a realidade dos fatos.
Então voltando ao assunto... Eu realmente já venho pensando nisso a algum tempo. Desde que eu assisti Alice in Wonderland  pra ser mais exata. Eu não li o livro, mas ele está na minha lista de leitura, o que quer dizer que em breve eu vou lê-lo e vocês vão saber disso.
Eu comecei a pensar na questão depois de assistir Alice por causa da pergunta do chapeleiro: " Qual a diferença entre um corvo e uma escrivaninha ? " 
Bom eu, particulamente, acho que a pergunta seria mais difícil se fosse a semelhança. Por que eu vejo milhares de diferenças e pouquíssimas semelhanças. Sorrisotorto
Conversando com uma das meninas que trabalham junto com a minha mãe ela me deu a brilhante ideia de procurar a resposta no google, já que o filme termina sem resposta. Sim, eu procurei no google e acho que milhões de pessoas do mundo inteiro fizeram o mesmo. E eu achei a resposta. 
E a resposta é que não existe resposta. É uma pergunta totalmente retórica que o autor fez com a intenção de ironizar a necessidade humana de resposta.
Brilhante não acham? Sorrisoirônico
Fico imaginando o sorriso do Lewis Carrol ao pensar:  " HAHAHA. Bando de babacas, vão ficar horas tentando descobrir a resposta. Aposto que alguns até inventaram respostas. Tenho certeza que até pessoas do séc. XXI vão tentar descobrir a resposta. HAHAHA. Pobres humanos imbecis dominados por sua fútil curiosidade... "
Ok, eu não sei se ele pensava assim. Mas se eu fosse ele e tivesse colocado um pergunta sem resposta em um livro que faria sucesso por vários anos, se tornando ícone da literatura infantil, eu pensaria assim.
Mas aí vocês pensam : Por que isso te levou a pensar como a morte?
Na verdade, não me levou a pensar como a morte, a morte só encaixou o meu pensamento nas palavras dela. 
Essa necessidade humana de resposta - a qual eu tenho, felizmente, pois acho que o mundo não seria nada sem pessoas que correm atrás de respostas. - me fez ter esse pensamento ao me levar a pensar em outras necessidades. Nem todos tem as necessidades que eu vou citar, mas todos são obrigados a admitir que se não forem bem comuns, elas existem.
A primeira e a mais comum, na minha opinião, é a necessidade de atenção. Existem pessoas que fazem de tudo pra chamar atenção, chegando a perder o senso do ridículo ou qualquer outro tipo de senso. É engraçado por que todo mundo quer chamar atenção de alguém. Todo mundo. Pode ser de alguém que você goste, do seus pais, dos seus amigos, dos seus inimigos... Você sempre vai querer chamar atenção de alguém pra si mesmo ou pra alguma outra coisa. O problema não é querer chamar atenção. O problema é o modo como se consegue essa atenção.
Muita gente - ou muitos brasileiros (as) - tentam chamar atenção fazendo coisas ridículas, horriveis ou até perigosas. As pessoas na minha faixa etária são as que mais fazem isso.
Eu to cansada de ver meninas usando shorts que são menores do que um cinto andando na rua e achando que os homens gostam daquilo. É, eles gostam daquilo, mas eles nunca vão amar vocês por isso. Mesmo se eles te fazem juras de amor e se casam com vocês, tenho certeza que um dia isso vai acabar. Por que você vai envelhecer ou se descuidar e do mesmo jeito que você apareceu com aquele cinto em forma de short e com um decote que fazem seus seios parecerem maiores outras meninas vão aparecer e muitas vezes elas serão até mais gostosas que você, e elas não vão ligar se ele tem namorada ou não por que elas não se dão ao respeito, e quando você menos esperar ele terá te largado e vai estar falando as mesmas coisas pra ela e talvez falando mal de você também.
Outra coisa que eu to cansada de ver é esses adolescentes que ficam colocando uma porção de piercings, pintando o cabelo de cores estranhas, fazendo tatuagens escrotas, fumando, bebendo, chegando em casa uma ou duas horas da manhã só pra chamar a atenção dos pais.
Sabe uma coisa são aquelas pessoas que usam piercings, fazem tatuagens, pintam o cabelo por que gostam ou acham bonito. Outra completamente diferente são aquelas pessoas que fazem por que o pai ou a mãe acabou de falar que não era pra fazer.
Uma coisa é você chegar em casa de madrugada por que tava se divertindo e perdeu a hora, ou por que você avisou os seus pais e eles deixaram você chegar a essa hora. Outra completamente diferente é você desligar o celular, deixar os seus pais morrendo de preocupação, enquanto você se droga e faz qualquer outra coisa sabendo que é errado.
Agora, pra mim, as pessoas que bebem, fumam e (ou) usam drogas são todas idiotas. Não me importo se elas querem chamar atenção ou não. Elas são imbecis de fazer uso de coisas que não vão te ajudar em nada a não ser a acabar com a sua saúde e te deixar pior a cada dia. Pode se sentir ofendido se quizer, você sabe que eu to certa, e a sua indignação é a maior prova disso.
São várias as maneiras ridiculas de chamar atenção  e eu não vou ficar aqui falando delas.
Outra necessidade que geralmente faz parte da necessidade de chamar atenção é a necessidade de ser aceito.
Eu não sei se essa é uma necessidade que só aparece quando se é inseguro, ou quando se tem baixa auto-estima, mas ela com certeza existe e com certeza qualquer pessoa em algum momento muito ruim da vida já quis ser aceito.
Sei disso por que eu já quis ser aceita e foi horrível. Eu estava na 5° série (6° ano) e era uma escola nova, eu já tinha estudado lá, mas fazia bastante tempo. Eu era totalmente excluída só por que eu não ouvia funk, não chingava, era gordinha e usava roupas decentes mais comportadas.
Foi o pior ano de toda a minha vida. Primeiro por que eu tinha 11 anos e tudo é novo e estranho quando se tem 11 anos. Segundo por que o meu irmão nasceu, o ruim não foi o fato de ele ter nascido, pq aliás ele é tudo pra mim, o ruim foi o fato de que ele passou dois meses na UTIN e foi a fase mais difícil na minha família. E terceiro por que eu não tinha absolutamente nenhum amigo.
Me lembro que eu morria de vontade de usar "roupas" curtas, passei a ver o funk como uma coisa que não era ruim, passei a odiar o meu peso e ás vezes até deixar de comer só pra emagrecer ( Hoje eu sou magra, mas não foi por que eu deixei de comer naquela época). Enfim, eu passei a fazer muitas coisas que eu considerava muito errado só pra ter " amigos ".
O que no final não adiantou nada. Esses meus "amigos" não falavam comigo por que gostavam de mim, eles falavam comigo por que queriam respostas pra prova. A única amiga que eu tive na 5° série não se importava com o que eu vestia ou com o que eu ouvia. Foi uma pena, mas eu só fui fazer amizade com ela no final do ano e não durou muito.
Depois que eu saí daquela escola e fui pra minha atual eu percebi o que é ter amigos de verdade, percebi que as pessoas vão gostar de você pelo o que você é e não por que você dá cola pra elas, - ta, eu fiz algumas amizades passando cola, mas não são tão fortes como as outras. - e se elas não gostam de você, Dane-se, você não precisa mudar pra agradar ninguém. Sempre vai ter alguém pra gostar de você como você é. Sempre.
Pra mim a pior necessidade de todas é a necessidade da ignorância. Não existe nada pior no mundo do que pessoas burras.
Não. Eu não estou me referindo a pessoas de baixo QI.
Eu estou me referindo a pessoas que simplesmente tem preguiça de pensar, que excluíram da sua rotina o ato de raciocínar.
Por que você não saber uma coisa, você ter dúvida sobre um certo assunto, você não entender muito bem o que estão te explicando é normal. Todo mundo é assim, eu sou assim, o Taylor Lautner é assim, qualquer pessoa normal é assim.
Agora você ficar se fazendo de idiota, perguntando uma coisa simples de entender milhões de vezes, não consegue responder perguntas sendo que a resposta é a sua opinião sobre o assunto. Isso é ridículo
Essas pessoas que tem esse tipo de necessidade me irritam muito, muito mesmo. Por que elas tem capacidade de fazer as coisas e não fazem por preguiça ou por que colocam na cabeça que não conseguem. E é exatamente isso que me irrita. A pessoa nem sabe o que é pra fazer ou como faz e já fala que não consegue. Isso é horrivel...
Mas nada me irrita mais do que a necessidade de cópia, que não existiria sem a necessidade de ignorância, por que se a pessoa fosse inteligente de verdade ela veria que não é necessário copiar ninguém.
As pessoas acham que ninguém vai perceber que elas estão copiando. Acredite, todos percebem. Podem até não chegar pra você e falar, mas vão perceber. E vão achar ridiculo, por que não ter criatividade para criar suas própias características, personalidade ou gosto musical é ridículo.
Com certeza muitas dessas necessidades são falhas humanas e são essas falhas que me assombram. A única coisa que me assombra mais do que as falhas é o caráter humano. Me assombra o fato de que alguém pode matar ou ferir outra sem nenhum motivo significativo enquanto outro pode fazer algo bom sem receber nada em troca.
Se você ta lendo e pensando que eu sou uma menina nojenta que não sabe do que ta falando, se pergunta se o que eu disse não é verdade. Olha pela janela e vê se isso tudo que eu acabei de falar não existe mesmo...
Eu posso até parecer nojenta, mitida, idiota, orgulhosa... Não sei se eu sou assim, ninguém nunca parou pra me dizer nada disso. Eu só acho que se todos vissem e melhorassem as falhas o mundo estaria bem melhor e seríamos tão amáveis quanto os ornitorrincos. =]

Então beans, não sei se vocês gostaram do post. O mais provável é que não. Mas é que esse é um assunto que nenhuma das minha amigas teria paciência para ouvir e já que eu estav com isso na cabeça a um bom tempo resolvi falar. Me perdoem dears, amo vocês <3  kisses :*